Assassinos de Inês Bota condenados a 30 anos de prisão

O Tribunal Judicial de Sofala condenou hoje Jacob Maite, Danilo Lampião e Isaías Nicolau, o último preso, a 30 anos de prisão, por terem demonstrado a sua inclusão no homicídio da residente portuguesa, Inês Bota, no intervalo do dia 29 de dezembro de 2017.

Os três litigantes expressaram durante a liminar que professavam agredir a pessoa em questão e optaram por tirar a vida da vítima, uma vez que ela conhecia um dos assassinos, Isaías Nicolau. Os três condenados terão, em qualquer caso, de pagar uma multa solitária de 1,5 milhões de meticais.

Deixe uma resposta