Mãe envenena filha em Manica

Uma Mulher de 29 anos encontra-se detida na localidade de Chimoio, na zona de Manica, por tentativa de execução da sua própria filha com uma substância tóxica utilizada para matar roedores.A polícia diz que o litigante estava declarando se desfazer de um argumento de agressão sexual contra sua filha que ela supostamente organizou.

Tudo aconteceu quando, alguns dias antes, a jovem menor de 16 anos, que vive na cidade da Beira com os tios, opta por passar o fim de semana na cidade de Chimoio, com a mãe. Apareceu a data de regresso à cidade da Beira, base pedida em dinheiro à mãe, tendo proposto que mantivesse relações sexuais com indivíduo por ela orquestrado.

“Eu reconheci, descansei com ele. Depois da manifestação, consegui alguma informação sobre os 250 meticais que ele me daria, mas ele legitimou que o dinheiro estava nessa altura com a minha mãe. Fui até a minha mãe e dei-me o dinheiro , nessa altura fui para a Beira ”, disse.

Passado um mês, conforme observou, constatou que não estava entrando em um período rico, tendo contado à avó o que havia sido feito e que ela tinha feito o teste de gravidez, que deu positivo.Tive de fazer uma viagem com a minha avó à cidade de Chimoio para resolver o problema”, disse.

A partir de agora, com a menina grávida e o caso parecido com a prisão, este teria sido norteado por um pensamento menos antecipado: impedir a existência do jovem por meio de agressão, conforme validado por um manual de liberação clínica a que se dirigia O País Tomei a pílula que ela me deu, achando que seria uma interrupção precoce. Depois que adoeci, acabei na clínica, alheio”, descobriu ele, constatando que eram necessários sete dias no leito do pronto-socorro para me recuperar do os impactos da substância tóxica que foi regulamentada por sua própria mãe.Confinada no quartel-general da polícia de Chimoio, uma senhora nega todas as charges contra ela. Ela afirma que é uma vantagem da filhinha, já que, no dia em que administrou a droga, ela, a mãe, estava engessada.

A polícia diz ter quase certeza de que uma senhora dirigiu substâncias inseguras para o bem-estar de sua própria filha e enfatizou as ofertas de que o delito não é grande.

Deixe uma resposta