Ministério da Justiça coloca quatro dos seus membros na Comissão de Inquérito

Já está composta a comissão de inquérito responsável por investigar o caso de exploração sexual de reclusas no Estabelecimento Penitenciário Especial para Mulheres da Província de Maputo, conhecida como Cadeia Feminina de Ndlavela.

São, ao todo, 10 membros e quatro deles representam o Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, mesmo com os apelos para que não fizesse parte da comissão, como forma de garantir transparência no processo.

Deixe uma resposta